banco-de-couro-automotivo-como-cuidar

Banco de couro automotivo: evite o desgaste com cuidados simples

Um ícone de requinte quando o assunto é acessórios para o carro. O banco de couro automotivo dá um charme e tanto no visual do veículo, além de ser um aliado na hora da higienização.

Todavia, há certos cuidados indispensáveis com este tipo de material, se você quiser mantê-lo original de fábrica por anos e anos, sem se preocupar em gastar com um novo estofamento.  Como tudo em um veículo, a manutenção preventiva – a fim de preservar a cor, a textura e a qualidade do tecido – é necessária e deve ser frequente.

Uma das principais atitudes é a hidratação. Pois é, o couro em detrimento de outros insumos, é mais sensível – assim como a pele humana. E vamos combinar, todo o requinte cai por terra quando a aparência fica craquelada ou com fissuras e, ainda por cima, caindo aos pedaços.

Veja no conteúdo que listamos o que você pode fazer para evitar essa grande dor de cabeça, e manter os revestimentos dos bancos de seu veículo sempre bonitos.

Como limpar banco de couro automotivo? Dicas para preservá-lo

Existem vários fatores que podem influenciar na limpeza do seu banco de couro automotivo, especialmente se ele tiver tons claros. A interação com o tecidos das roupas, o suor, a poeira do trânsito e o hábito de consumir alimentos – gordurosos ou que esfarelam, por exemplo – no interior do veículo costumam deixar camadas de sujeira que precisam ser retiradas rotineiramente.

Para manter a saúde do material, veja as dicas que preparamos em nosso checklist:

1 | Durante a limpeza, utilize os produtos corretos

Sabe aqueles tutoriais que você encontra na internet? É claro que alguns funcionam perfeitamente, mas outras invenções milagrosas podem danificar de forma irreversível seu banco de couro automotivo.

De forma geral, um pano úmido e sabão neutro costumam funcionar com bastante eficiência. Você também poderá usar o lado macio de uma esponja de cozinha, esfregando com cautela para não danificar a estrutura.

O cuidado maior é quanto ao aparecimento de manchas. Utilizar químicos, como álcool e querosene, ou abrasivos certamente resultará em um problema mais complexo de solucionar. Nestes casos, o indicado é procurar o auxílio de um especialista.

2 | Depois da higiene vem a hidratação

Como mencionamos na introdução, assim como a pele humana, o couro precisa de cuidados especiais por sua sensibilidade.

Existem no mercado alguns produtos de alta qualidade, capazes de promover uma hidratação profunda, desde que você aplique-os com a frequência indicada pelos fabricantes.

No entanto, a melhor alternativa quando o assunto é cuidados básicos com o banco de couro automotivo é sempre procurar o auxílio de profissionais especializados.

3 | Cuidados extras com o seu banco de couro automotivo

ODORES DESAGRADÁVEIS

Por natureza, o tecido do couro costuma reter odores. Desta forma, é sempre importante utilizar produtos que tenham fragrância suave e, no caso dos fumantes, evitar o consumo do cigarro enquanto transitam de carro.

BANCO DE COURO AUTOMOTIVO DE COR CLARA

A verdade é que a cor clara em banco de couro automotivo dá uma sensação de elegância inigualável. Porém, mantê-la sempre impecável não é tarefa a ser deixada de lado.

Recomendação de higiene: a cada 15 dias.

BANCO DE COURO AUTOMOTIVO DE COR ESCURA

Não menos luxuosos, os bancos escuros são mais fáceis de manter, mas isso não significa que está liberado relaxar.

Recomendação de higiene: a cada 30 dias.

NÃO USE HIDRATANTES CORPORAIS

Embora semelhante à pele humana em sensibilidade, o couro não pode ser hidratado da mesma maneira. Os aditivos dos cremes corporais não fazem um tratamento profundo no material e ainda podem diminuir sua vida útil, com acúmulo de resíduos e falsa sensação de cuidado.

CUIDADO COM O AR-CONDICIONADO

Se você é daqueles motoristas que não sai da garagem sem ligar o ar-condicionado, aqui vai um conselho importante. Para evitar os ressecamentos causados pela retirada da umidade do ar – algo comum dos aparelhos – proceda com a hidratação a cada 2 meses.

OBSERVE COMO É O CLIMA DA REGIÃO ONDE VOCÊ VIVE

Isso impactará diretamente na forma como você hidrata o banco de couro automotivo. Locais mais úmidos, por exemplo, requerem menor frequência.

1 | Limpeza a cada seis meses

Isso evita que o sistema emperre, devido às possíveis obstruções causadas por poeira e outros materiais. 

2 | Lubrificação do sistema

Você pode proceder com alguns cuidados paliativos como, por exemplo, ter um lubrificante em seu kit de ferramentas para o carro, e de vez em quando aplicá-lo. No entanto, somente um especialista em teto solar automotivo poderá verificar com absoluta certeza os locais mais adequados, procedendo de forma correta com a manutenção.

3 | Evite acionar o teto solar com o veículo em movimento

Sabe aquele vento que entra de supetão? Com o carro em movimento, sua velocidade é muito maior e, acredite, isso pode causar sérios danos ao sistema.

4 | Não estacione embaixo de árvores

Por mais que elas auxiliem com a sombra, deixando o veículo menos quente, principalmente naqueles dias de muito calor, carros com teto solar não devem ficar expostos às folhas das árvores. O motivo? As folhas podem entrar nos canais, entupi-los e causar as indesejadas infiltrações.

5 | Se acontecer um problema, certifique-se do funcionamento da elétrica do carro

O conserto do teto solar automotivo pode sim ter relação com a elétrica do automóvel. Então, sempre em suas manutenções, verifique se os cabos estão conectados corretamente e se não passaram por nenhum tipo de avaria. Mantenha a revisão do carro em dia!

Sabe o que é um verdadeiro luxo? Andar pelas ruas em um Hyundai com opções de bancos de couro Nappa em preto ou bege. 

Agende hoje mesmo um test drive na Geração Hyundai mais próxima, e perceba o bem-estar, o conforto, a sofisticação e a tecnologia.

Deixe um comentário!

comentários