imagem com o interior de um carro onde há airbag acionados para ilustrar conteudo que versa sobre nove versoes diferentes

9 tipos de airbag salvam vidas no trânsito e você nem sabe que eles existem!

O airbag não é uma novidade, e você deve estar pensando que a grande maioria dos carros em circulação já contam com esse item de série. E essa afirmação não está incorreta. Porém, nem todos eles trazem de fábrica as potencialidades de proteção proporcionadas pela tecnologia. Já, já você vai entender sobre o que estamos falando.

De fato, desde 2014 o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina a obrigatoriedade de instalação dos airbags frontais nos veículos produzidos no Brasil.

No entanto, existem outros tipos que proporcionam ampla segurança, alcançando todos os ocupantes. É sobre eles que vamos conversar com você hoje. Mas antes, que tal um pouco de história?

A ideia do airbag começou a surgir em meados do século passado, mas tomou forma apenas 30 anos depois. De 1980 para cá, a indústria evoluiu e trouxe inovações incríveis no que diz respeito à proteção no setor automobilístico.

Tal qual o cinto de segurança, ele é indispensável e faz parte do rol de itens que salvam vidas no trânsito.

Afinal, o que é airbag e como funciona?

Tecnicamente, o airbag é um balão que se enche de ar quando acionado, evitando o choque de órgãos vitais do motorista e dos passageiros com as partes duras do veículo. Para que isso ocorra, é necessário um forte impacto. Assim os sensores detectam a intercorrência, acionam o sistema e inflam bolsas altamente resistentes.

Dentro delas há componentes químicos que entram em reação após a transmissão de impulsos elétricos que geram uma faísca. Consequentemente, o contato causa uma detonação dos reagentes.

Quando o airbag é acionado, dá perda total?

Mapeamos essa dúvida entre os consumidores, e a resposta é: depende! Seu veículo só será considerado como perda total, em quaisquer situações, se os custos de conserto chegarem a 75% do valor venal, estabelecido pela Tabela Fipe.

E quando a luz do airbag fica acesa. O que significa?

Outro questionamento bastante comum, principalmente durante as manutenções preventivas. 

A luz do airbag só deve ficar acesa na hora do acionamento da ignição, assim como a maioria das demais informações visuais do painel. Alguns segundos depois, o sinal deve desaparecer.

No entanto, caso ele não desligue, é necessário procurar o auxílio do mecânico de sua confiança ou da concessionária, para que seja feito um diagnóstico do que está acontecendo. 

O problema mais comum é a falha nos conectores, o que compromete a eficiência. Nesta situação, seu carro corre o risco de mau funcionamento dos airbags ou não acionamento em um momento necessário.

Portanto, não deixe de verificar as causas.

Existem 9 tipos de airbags e você vai conhecer todos eles agora

Bem, você viu até aqui que a massificação do airbag mudou a história do automóvel. A verdade é que, desde seu advento, as melhorias foram muitas. Hoje, existem ao menos 9 tipos com funções distintas e bastante definidas.

Todavia, conforme colocamos na introdução deste conteúdo, para o mercado brasileiro a legislação impõe obrigatoriedade apenas para os frontais.

Vamos conhecê-lo um pouco melhor e também desmistificar os demais? Acompanhe!

1 | Airbag duplo frontal

Localizado, geralmente, dentro do volante e acima do porta-luvas, a função do airbag duplo frontal é proteger motorista e passageiro na altura do peito. As bolsas enchem-se de acordo com a força da batida e moldam-se ao tamanho da pessoa. 

Antigamente, não eram incomuns os ferimentos relacionados ao acionamento do airbag. Hoje, a situação está bem diferente.

2 | Airbag central

O que os técnicos buscam evitar aqui é o choque entre os ocupantes do veículo.O airbag central localiza-se entre os bancos da frente e cria uma espécie de barreira entre as pessoas. 

3 | Airbag cortina

Como uma espécie de cortina, este airbag toma as duas laterais dos veículos, na região das janelas. Foi criado, principalmente, para criar uma proteção em acidentes nos quais a lateral do veículo é a principal afetada.

4 | Airbag lateral

Conhecido como “sidebags”, o airbag lateral pode ficar na coluna central do veículo ou nos bancos, e protege o tronco dos seus ocupantes. Alguns, mais alongados, conseguem criar uma barreira de proteção inclusive para a cabeça.

5 | Airbag de teto

Essa é uma inovação que foi apresentada, primeiramente, pela Hyundai, direcionada aos carros que possuem teto solar. Assim evitam-se cortes com o vidro ou, em casos mais graves, a projeção do corpo para fora. 

6 | Airbag de joelho

Não apenas os frontais são fundamentais para a proteção dos motoristas. Para que a segurança fique mais completa, foi inventado o airbag de joelho, que ameniza a colisão das pernas do motorista com a coluna da direção. Apesar de menos comum, aos poucos esse modelo vem ganhando popularização pelo mundo.

7 | Airbag de cinto

Além de maximizar a segurança do veículo como um todo, salvando vidas, os airbags também já estão presentes nos cintos. Tudo isso, para permitir que em um acidente os ocupantes sofram o mínimo possível, essencialmente as crianças. 

E a peculiaridade sobre esse tipo de airbag é que ele permanece inflado durante algum tempo após acionado. 

8 | Airbag traseiro

Instalado junto à janela traseira, esse airbag veio para proteger as cabeças dos ocupantes. Ele entra em ação, mais frequentemente, quando existe alguma batida por trás, porém nada impede que, a depender do tipo de impacto, infle em quaisquer outras situações.

9 | Airbag de capô

Por último, mas não menos importante, trazemos a você o airbag de capô. Ele costuma proteger os pedestres em casos de atropelamento, diminuindo a colisão com o capô e com o vidro dianteiro.

Com tantos tipos de airbag, é possível transformar o carro em uma grande bolha segura. Em um acidente grave, o funcionamento desse combo certamente evitará tragédias.

Qual é o futuro do airbag?

Você sabe que os cientistas especialistas estão com a mente sempre fervilhando de ideias e os testes nunca param.

Para o futuro, os inventores preconizam a instalação da tecnologia na área lateral externa do carro. E a projeção de resultados é bastante positiva: com eles, 40% dos acidentes serão menos letais.

Genial, não é a mesmo!?

Se é pra falar em uma marca que está sempre investindo em segurança, é claro que apenas uma vem à mente em primeiro lugar: a Hyundai. Ano após ano, os carros saem das fábricas mais e mais tecnológicos. E claro que em todos os projetos, a proteção é a prioridade.

Quer conhecer alguns dos modelos de maior sucesso por aqui? Se você estiver em Santa Catarina, venha fazer um test drive na Geração Hyundai!

Deixe um comentário!

comentários